dicas

Como montar um negócio na internet

Ter o seu próprio empreendimento é o sonho de muitas pessoas. No entanto a necessidade de altos investimentos iniciais e as burocracias acabam dificultando a abertura de empresas físicas.

 

E nesse cenário a internet se tornou uma das alternativas preferidas de quem deseja ser dono de seu próprio negócio.

 

Porém, por mais que o ambiente digital ofereça algumas facilidades, o profissional precisa ter bastante conhecimento para conseguir alcançar bons resultados.

 

Infelizmente, nem sempre é isso o que acontece. Com meio mundo de propagandas enganosas que dizem que é muito fácil ter um negócio online, muitas pessoas acabam não se preparando corretamente para as todas exigências que um negócio online possui.

 

Mas isso é fácil de contornar, se preparando adequadamente, ainda é possível você ter um negócio de sucesso pela internet e o melhor trabalhando em casa ou de onde desejar.

 

E para te ajudar, separamos 7 dicas valiosas sobre como montar um negócio na internet.

 

Caso você queira ver mais dicas criamos um e-book completo para quem deseja começar na internet e você pode acessar clicando aqui.



1. Pense em áreas que você tem interesse

 

Se você está pensando em se dedicar para criar um negócio próprio, é importante escolher algo que realmente sinta prazer em fazer.

 

Sabe por quê? Por dois motivos:

 

Primeiro, porque fazer aquilo que gostamos é muito mais fácil, motivador e prazeroso.

 

Lembre-se que trabalhar por conta própria significa, na maioria das vezes, ter que dedicar bastante tempo, principalmente no início, e como você não vai ter chefe ou outra pessoa te cobrando é necessário que você seja capaz de se motivar sozinho.

 

Se você decidir trabalhar com algo que você não gosta apenas pelo dinheiro, realmente vai ser difícil concluir seu trabalho e você vai acabar entrando naquele grupo de pessoas que só procrastinam e dizem que é ilusão ganhar dinheiro na internet.

 

Segundo, muita gente não tem a oportunidade de trabalhar com o que tem afinidade, então se você vai abrir um empreendimento é melhor que seja com algo que você gosta.

 

Criar um negócio próprio pode ser sua chance de viver com suas paixões e ter realização profissional.

 

 

2. Planeje seus gastos

 

 

Ter um negócio na internet custa bem menos do que algo físico, mas por mais que você comece quase sem dinheiro é importante que você planeje seus gastos e que sempre reinvista parte dos lucros, pois a premissa de que dinheiro atrai dinheiro é verdadeira inclusive no mundo digital.

 

Além do mais todo empreendimento envolve gastos, e as pessoas que não se preparam para isso podem ter dificuldades para levar o negócio adiante. Por isso, antes de começar, verifique cuidadosamente todos os gastos que você possivelmente terá.

 

Faça uma lista de tudo o que você precisará comprar ou pagar, como fornecedores, plataformas, ferramentas e até mesmo outros funcionários.

 

Caso você queira montar uma loja online pode ser bem mais caro, mas caso você queira por exemplo montar uma agência de desenvolvimento digital ou um curso online seus custos serão bem menores, basicamente você pagará por uma hospedagem de site (que é muito barato) e com um pouco de paciência já existem plataformas que permitem com que você mesmo faça seu site, veja esse tutorial. E também precisará fazer seu marketing para atrair seus primeiros clientes.

 

Se você tem um emprego e está pensando em largá-lo para montar um negócio na internet, verifique se conseguirá se bancar por algum tempo até seu negócio começar a gerar lucro. Ou se você tem alguém que possa te oferecer esse suporte.

 

Se você não tem como se manter sozinho e não sabe ao certo quanto tempo levará para que seu negócio digital ter dinheiro, o melhor a se fazer é que você permaneça no emprego fixo e trabalhe no seu tempo que sobrar para ganhar uma renda extra.

 

Com um pouco de dedicação a sua renda extra com o tempo pode virar a sua renda principal e você pode sem pena sair do seu trabalho e se dedicar exclusivamente ao seu empreendimento online.

 

É claro que você precisa saber gerenciar seu tempo para dar conta de todas as demandas sem prejudicar seu rendimento ou sua saúde.



3. Conheça seu mercado

 

 

Essa é uma das dicas mais importantes sobre como montar um negócio na internet!

 

Por mais que sua ideia seja incrível, nenhum negócio vai para frente sem um público interessado.

 

Sendo assim, antes de começar, pesquise o mercado para saber se há demanda para o que você quer oferecer.

 

Não ter demanda pode dizer que ou é uma oportunidade incrível porque ninguém ainda fez ou pode ser que não dê resultados. De qualquer forma, caso você queira mesmo assim continuar nesse ramo precisa estar disposto a assumir os riscos.

 

Confira blogs, sites e redes sociais que falam sobre o segmento de mercado que você deseja participar, saiba que em primeiro momento o quanto mais específico for o seu recorte maior é a sua chance de atrair um público certo. Participar de grupos no facebook ou fóruns pode também ser uma estratégia legal para saber o que sua possível audiência está procurando.

 

Um ponto importante também é observar se o mercado está saturado. Por exemplo já existem muitas pessoas escrevendo sobre como ganhar dinheiro na internet.

 

Muitas vezes pessoas que nem estudaram o suficiente tomam um curso qualquer e vira afiliado deste curso. Plataformas como o facebook que é vinculado com o instagram proibem várias palavras a respeito e a tendência é que se proíba cada vez mais. O que é uma pena, pois ganhar dinheiro em casa é possível, só que por propagandas falaciosas todos acabam pagando um pouco.

 

Então observar essas saturações do mercado é importante para que você não entre em algo que vá ser muito difícil de monetizar. Ou caso ache que tenha um produto muito forte apesar das saturações você precisa analisar muito a concorrência para entender como driblá-la.

 

Observe a concorrência também para identificar seus pontos fortes e fracos. Esse processo ajuda a você atuar principalmente nas brechas e ter um público bem segmentado ou até mesmo ter ideias que podem ser adaptadas e aplicadas em seu negócio. Mas cuidado, não é para copiar a concorrência também, você precisa ter algo original para ficar reconhecido por isso.

 

Vamos supor que sua ideia seja criar um curso online sobre cuidados com animais.

 

Durante sua pesquisa, pode ser que você perceba que já existem muitos profissionais que fazem trabalhos com cachorros e gatos. No entanto, você pode descobrir também que os tutores de outros animais, como passarinhos, coelhos e hamsters, ainda não estão sendo totalmente atendidos pelas opções existentes no mercado. Essa pode ser sua chance de se se especializar numa área com demanda e quase sem concorrentes.

 

É importante que você saiba diferenciar se a área é mal atendida ou se realmente não existe demanda para esta área. Existem duas ferramentas que podem te ajudar, uma é o google trends e a outra é o planejador de palavras chaves do google ads.

 

Ambas são ferramentas gratuitas e monitoram o número de pesquisa no Google sobre o assunto que você escolher. Aí fica fácil saber se as pessoas estão pesquisando sobre o assunto que você deseja trabalhar.

 

Além disso você pode pesquisar no Youtube e se houver pessoas falando sobre isso, você pode ver questões como número de visualizações, comentários e etc. Isso te ajuda a saber se as pessoas querem saber um pouco mais sobre o assunto. O mesmo pode ser feito na Amazon, você pode verificar quantos livros foram comprados, se tem livros a respeito e etc.



4. Entenda quem é a persona

 

 

A persona é a definição trazida pelo marketing que basicamente significa quem seria o cliente ideal para seu mercado. Você precisa saber questões como idade, comportamentos, gênero, sexualidade, a qual classe social pertence, gostos e outras informações relevantes.

 

Construir a persona é como construir um personagem, você até deve dar um nome para ele e se possível criar também um avatar para na hora em que você estiver criando seu negócio você saber que tipo de linguagem vai abordar.

 

Caso você não saiba muito sobre seu público alvo ainda algumas dessas dicas podem te ajudar:

  • Se você for a própria pessoa que seria um potencial cliente, você pode se basear nos seus próprios gostos e interesses para construir seu personagem.
  • Você pode fazer uma pequena pesquisa com seus amigos e familiares e ver o que eles acham da ideia. Caso você perceba que algum deles ficou realmente interessado a persona pode ser definida também a partir dos gostos e interesses dessa pessoa.
  • Uma outra alternativa é pesquisar no google quem são os potenciais consumidores do seu empreendimento. Existem diversas empresas que fazem índices de consumo separando por classe social, gênero, produtos e etc. Verifique se a fonte que você visualizou é confiável. Empresas como sebrae e IBGE são exemplos de fontes que você pode confiar.

 

Para além disso, quando você construir o seu site, loja virtual, ou mesmo o blog instale o google analytics, quando você já tiver uma quantidade significativa de consumidores você consegue ir na aba de interesses e verificar os dados mais recorrente das pessoas que acessam seu negócio. Daí você pode modificar sua persona e adaptar seu público para que ele seja mais assertivo.

 

Quando você sabe todos esses detalhes sobre seus consumidores, fica mais fácil se comunicar com eles de maneira assertiva e entregar soluções personalizadas.



5. Defina suas estratégias de Marketing

 

 

Tão importante quanto criar um negócio online é montar a estratégia de divulgação e venda desse negócio. Afinal ter um negócio pela internet, não é como abrir uma padaria em uma rua na esquina que só das pessoas passarem perto elas vão ver. Um negócio online precisa de estratégia para se ter visibilidade e precisa conseguir passar valor para as pessoas corretas.

 

Existem várias maneiras de fazer isso, e algumas das opções de marketing digital são:

 

  • Criar páginas como blogs e sites;
  • Ter perfil profissional nas redes sociais;
  • Criar uma isca digital;
  • Encaminhar e-mail marketing;
  • Anunciar no google;
  • Investir em anúncios pagos.

 

Você não precisa utilizar todas essas estratégias no início. Por isso é importante conhecer sua persona. Se você souber por exemplo qual rede social ela mais acessa você pode começar apenas em uma rede social e se você souber segmentar bem os interesses com a partir de 5 reais por dia você já consegue fazer uma divulgação.

 

Se você descobriu, por exemplo, que sua persona é um adolescente que se interessa bastante por conteúdos em vídeo e é super engajado nas redes sociais, precisa usar todos esses dados para elaborar ações que vão interessá-lo e atraí-lo para sua marca.

 

Nesse exemplo, criar um canal no YouTube e manter perfis em mídias sociais como Instagram e Facebook pode ser uma boa opção. Assim, você ocupa espaços que já são frequentemente acessados por sua persona e usa formatos de conteúdo que garantem sua atenção no que você está oferecendo.

 

Preocupe-se, ainda, com a linguagem que será usada e a periodicidade de divulgação, pois esses detalhes também influenciam bastante na experiência que o usuário terá com sua marca.

 

6. Seja profissional

 

 

O dinheiro não vai aparecer como mágica. Isso é uma forma de trabalho. Claro que você pode ter um pouco mais de comodidade pois vai estar trabalhando com o que gosta e trabalhando em casa.

 

Mas você precisa dar o tempo necessário para que esse dinheiro comece a aparecer. Para algumas pessoas isso vai acontecer mais rápido, dependendo do nicho, da produtividade e de quantas horas a pessoa tem livre. Mas todo mundo tem o seu próprio tempo.

 

Mas se você realmente acreditar naquilo que faz e se esforçar para oferecer algo relevante para os clientes, vai conseguir se transformar em um empreendedor de sucesso e ter lucro com seu negócio.

 

7. Crie canais de comunicação com seus clientes

 

 

A internet não trouxe mudanças somente para os profissionais e empreendedores.

 

O comportamento dos consumidores também se transformou significativamente. Agora, eles têm acesso a mais opções e informações sobre tudo aquilo que consomem.

 

Por isso, as empresas têm que ficar cada vez mais atentas à maneira como se comunicam com seus clientes.

 

Você precisa oferecer canais práticos e rápidos de comunicação, para que o consumidor consiga ter suas dúvidas e demandas atendidas com rapidez e eficiência.

 

Criar uma rede de atendimento de qualidade é fundamental para nutrir um bom relacionamento com os clientes e conseguir conquistá-los.

 

Esse canal pode ser o suporte online de seu negócio, aplicativos de mensagem, redes sociais, páginas web ou e-mail. O importante é que o cliente saiba como te encontrar quando estiver interessado em entender mais sobre o que você oferece.

 

Tenha sempre em mente que o processo de vendas não depende apenas da qualidade de seu produto, mas também da experiência que você proporciona para o cliente.



8. Concluindo

 

Agora que você já sabe como montar um negócio na internet, pode começar a usar seus conhecimentos e habilidades para gerar renda.

 

Existem várias maneiras de trabalhar no mercado digital. Você só precisa escolher a que combina melhor com seu perfil e seus objetivos.

 

Caso você queira saber mais sobre como ganhar dinheiro na internet fizemos um e-book completo ensinando e você pode saber tudo clicando aqui.

Compartilhe:

Deixe seu Comentário