VPS, do inglês Virtual Private Server. É uma sigla que, ao ser adotada na língua portuguesa, arremete a Servidor Virtual Privado.

O Servidor é um servidor web, um computador no qual arquivos e dados de todos os tipos estão alocados. Porém, como é um servidor privado virtual, significa que tudo isso é gerenciado através de software – e não por uso de computadores ou máquinas. Assim sendo, ele é um software de armazenamento de dados privado, ao qual o uso é restrito ao devido usuário.

Na hospedagem de sites compartilhada, o seu site ficará armazenado em um servidor alocado em um espaço onde diversos outros recursos e sites também estão presentes. Enquanto que, no servidor VPS, somente o seu site estará presente naquele ambiente. E é por isso que chamamos de servidores dedicados.

Assim, você pode supor que no caso de hospedagens compartilhadas os recursos serão muito mais limitados ou menores do que no caso de um servidor dedicado. A diferença é presente, também, no valor agregado em cada serviço.

  • Servidor dedicado: serviço de maior valor agregado. Seu preço está ligado as suas vantagens, qualidade de recursos e experiência em hospedagem;
  • Hospedagem compartilhada: um servidor se divide a fim de ser utilizado por diversos usuários. Isso barateia o serviço e torna-o mais acessível.

Ainda assim, a procura é grande hoje no mercado por uma opção média. A pesquisa é por algo que ofereça maiores benefícios em relação aos servidores compartilhados, mas que não sejam tão caros quanto um servidor dedicado.

Foi com isto que nasceu o VPS, um servidor dedicado virtual, com muito mais recursos que a hospedagem comum e capacidade semelhante aos servidores dedicados. Basicamente, um servidor que o hospeda, hospeda também outros usuários, mas a sua divisão é muito menor quando comparado.