Tela branca ao acessar o WordPress, não é? Se você está perdido, achando que seu site foi por água abaixo, fique calmo. Quase todos os usuários da plataforma já passaram por experiências parecidas em algum momento. Aproveite que essa falha é, relativamente, fácil de arrumar.

O erro da tela branca pode danificar todo o seu site, ou pelo menos partes dele. Muito provavelmente isso aconteceu por exaustão da memória, incompatibilidade de temas com plugins, plugins ou temas mal codificados ou problemas com o seu servidor de hospedagem.

Passo 1: aumente o limite de memória

A falta de memória pode ocasionar essas falhas no seu site, trazendo a temível tela branca. Para consertar este problema, basta que você:

  • Abra um cliente FTP e conecte ao servidor FTP;
  • Procure pela pasta public_html ewp-config.php;
  • Clique com o botão direito do mouse no arquivo e selecione Ver/Editar;
  • Seu editor de texto padrão abrirá o arquivo, ao qual você deverá inserir a seguinte linha entre as tags PHP principais

define(‘WP_MEMORY_LIMIT’,’64m’);

  • Salve e feche o arquivo. O cliente FTP fará o upload do arquivo modificado;
  • Pronto! Confira se o erro foi reparado.

Passo 2: cheque os plugins

Se o aumento no limite de memória não te ajudou, ou se ele já era suficientemente alto, é melhor que você cheque seus plugins.

É possível detectar diversas falhas desabilitando-os todos de uma vez. Se depois de desabilitá-los os problemas persistirem, será necessário descobrir o plugin específico que está causando essa série de erros.

Para isso, basta que você:

  • Faça login no servidor FTP e procure pela pasta public_html;
  • Vá até a pasta public_html/wp-content
  • Encontre a pasta de plugins e renomeie-a com algo diferente. Esse truque faz com que o WordPess entenda que a pasta não existe e não irá carregá-los no seu site;
  • Pronto! Confirme se está tudo funcionando.

Caso esteja tudo certo, é provável que esta tela seja o resultado de um plugin complicado. Para identificá-lo, você vai precisar:

  • Renomear a pasta para o nome original e acessá-la;
  • Desativar um por um, renomeando suas respectivas pastas;
  • Depois de cada ação, verificar o funcionamento do site;
  • Depois de encontrar o plugin problemático, reinstale-o.

Passo 3: cheque os temas

Caso nenhum dos passos anteriores tenha funcionado, é muito provável que seu problema esteja intricado a incompatibilidade de um tema danificado.

Para identificar se esse é o seu problema, experimente trocá-lo para o tema padrão Twenty Seventeen. Dessa forma:

  • Acesse o painel de controle da hospedagem e abra o phpMyAdmin;
  • Clique em wp_options e procure por um tema e estilo;
  • Clique duas vezes no tema atual e troque-o para o twentyseventeen;
  • Seu tema atual será desabilitado e trocado pelo tema padrão;
  • Por fim, cheque seu site.

Se o problema estiver ligado ao seu tema, você só precisará reinstalá-lo.

Passo 4: cheque logs de erros da plataforma

Se nada até agora funcionou, será necessário checar os logs de erro do WordPress. Os erros podem ser conferidos com a ajuda da função de debug oferecida pela plataforma. Siga as instruções abaixo:

  • Acesse o servidor FTP e abra o arquivo wp-config.php para editá-lo;
  • Procure por WP_DEBUG e troque o valor de false para true

define(‘WP_DEBUG’, true);

  • Depois de alterado, a tela branca demonstrará alguns avisos, erros e notas que determinarão a causa do problema.